Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

Desafio 52 semanas - 44|Manifesto anti-elencos

João-Afonso Machado, 31.10.22

COMÉRCIO LOCAL.JPG

Uma das minhas grandes aflições quando enchouriço a mochila consiste em saber de antemão algo virá a mais, ou algo ficará esquecido. Facilmente se imaginará também o drama em que resulta cada ida aos hiper-supermercados. Em suma, não sou homem de listagens, carrego às costas pouca e muito usada roupa e a dona da mercearia é a minha segunda família; a primeira, talvez, se me acompanhar até às prateleiras.

Como tal, elencos disto ou daquilo (depois de tantos que fiz, impostos pela ciência jurídica ao longo da Faculdade toda) considero-os, por junto, uma conspiração altamente lesiva da minha criatividade. A mesma cara, consoante a sua expressão ou o meu estado de espírito, pode ser prosa ou poesia, um mote triste ou alegre, escrita breve ou prolongada. E seja ela a cara de um hominídeo ou de um símio.

Acresce não contactar muitas pessoas. Melhor dizendo, os amigos são bastantes mas o meu refúgio é maior e gosta-se a si mesmo sozinho. (Deixemos, todavia, este assunto para outra altura.) Eu vivo escrevendo. E se alguém com pachorra para me ler se rir, - ao fazê-lo poderá ter por certo que esse seu riso é o eco do meu.

 

(Desafios da Abelha - https://rainyday.blogs.sapo.pt/52-semanas-de-2022-introducao-392169)