Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

"Chove"

João-Afonso Machado, 11.12.21

NUBLADO.JPG

A tarde espirrou sem limpar o nariz,

transida de frio, aborrecida, transporte

ido  num triz

 

e o salmodiar baixinho – leve-me o Pai, leve-me a morte –

a tarde a quebrar, o autocarro distraído,

outra vez o lenço de assoar,

céu, nariz, tudo a pingar…

 

Tudo entupido,

bueiros, calçadas, ribeiros,

a tarde prenha de maçadas

assim fossem castanhas assadas…

 

(Transida de frio, aborrecida,

para quando o transporte?)

 

Mas nem bicicleta ou nova camioneta,

sequer alguém, uma voz, não sabia quem

 

(levem-me rápido, dizia, à morte).

 

12 comentários

Comentar post