Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

"Instantes sem tempo"

João-Afonso Machado, 15.05.21

IMG_0315.JPG

Longos passos de um cristal limpo.

Espera e ansiedade, o coração no limite

da impureza do sangue transparente e rasgado na dor

dos elos alados esvoaçantes.

 

Três poluentes dias.

Em bocados caindo de horas doridas

de espadas entre o pó e os precipícios onde morrem ilusões

e se erguem fantasmas vingadores de toda a incredulidade

(mesmo arrependida).

 

Uma tarde engasgada de sol e chuva.

No insensível pavimento das ideias

pequenos derradeiros afazeres em lugar meu, vislumbre de terra fértil,

e lápis que é carvão e vontade e arauto-eco

dos modos exactos de uma emoção.

 

 

10 comentários

Comentar post