Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

Lugo (Galicia)

João-Afonso Machado, 08.07.21

A maior referência celta na Galiza, eis o que Lugo é. E a sua imensa muralha romana, recomposta e imperial, invoca os idos de Lucus Augusti, nos primórdios da primeira centúria pós Cristo, e os cenários das chamadas Guerras Cantábricas.

Com toda a veneração pela História, a minha atenção, centrou-se todavia, de início, num horizonte de actualidade azul e branca, convidativo e cheio de alegria.

IMG_4587.JPG

As cores galegas, as da nossa bandeira de sempre e da ansiosa espera de Vicente, o meu primogénito, após mais de um ano sobre o nosso último encontro! Pregado al suelo no parque da estacion de autobuses, sofri esses instantes, que pareciam não findar, e antecederam o enorme abraço trocado com este recém-chegado da Sérvia e da Bretanha, e não sei de onde mais. Num ápice, a sua tralha no hotel, uma espreitadela na Lugo elegante e actual, com meneios engraçados dos passados Anos Quarenta, tudo num saudável equilíbrio,

IMG_4588.JPG

e ala, portugueses, à conquista da muralha. Vencemos-la através da puerta de San Pedro o Toledano, uma das onze em que, ao longo das eras, o baluarte se foi abrindo aos de fora.

PUERTA DE SAN PEDRO O TOLEDANA.JPG

E, logo aí, iamos lendo os recortes do adarve, as suas pedras solidamente assentes, a muralha a prolongar-se por um perímetro de mais de dois quilómetros.

IMG_4590.JPG

Um adarve largo onde, se os automóveis subissem escadarias, facilmente circulariam. Fazem-no centenas de peões, turistas ou locais em passeio, num alto que os eleva ao topo das maiores construções luguenses.

IMG_4599.JPG

Tudo ante o olhar meditativo, cansado do dia, já pousando no sorver do ocaso à varanda dos residentes no interior da muralha. Afinal, nivelados com os passantes...

IMG_4596.JPG

E, no miolo da urbe, a catedral. Imensa, grandiosa. Merecendo destaque em cada pormenor das suas alas, das suas entradas laterais, até mais do que da sua fachada. Lugo, uma das quatro grandes cidades da Região da Galiza, orgulhar-se-á, decerto, deste seu templo, um imediato assessor de Compostela.

CATEDRAL.JPG

Será dispiciendo mencionar a animação de gentes e comércio na cidade dentro da muralha... Ou a multiplicidade dos seus temas de estudo, da estranha coexistência entre o sobrevivo e a ruína, dos sinais dos séculos que ainda se mantém intactos entre madeiros carcomidos...

IMG_4597.JPG

Em boa verdade, tal incompletude transmite bem a mensagem de um caminho sempre a correr, de uma realidade que jamais será perfeita. Lugo milenar, fruto generoso de engenharias sucessivas, é o coração de uma cidade grande e de um sem-número de viagens, consultas, estudos e sonhos... e orgulho de galegos e minhotos, dois em um, por serem as histórias destes povos tão irmãs.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.