Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

FUGAS DO MEU TINTEIRO

Imagens e palavras de um mundo onde há menos gente

Paris

João-Afonso Machado, 12.10.21

TORRE.jpgO Arco do Triunfo da minha chegada, a inevitável Torre Eiffel... Faltavam 392 dias para o ano 2000. Cidade espantosa, a capital francesa!

A máquina fotográfica, muito rudimentar, trouxe pouco de volta. A visita do Louvre foi uma obrigação cumprida com vénia a Gioconda. E pareceria mal não dar a voltinha pelos boulevards au tour de les Champs Élysées.

Mas Paris era muito mais. Paris vivia na rua, circulava de bicicleta e saca a tiracolo, carregada de baguettes. À noite passeava-se até ao Quartier Latin, atravessava dúzias de pontes, para cá e para lá, fazia quilómetros de bairros já meio adormecidos. E de dia, nas margens do Sena, as velharias, os Dalis de boina, hirto bigode e ar inspirado, a mão estendida aos turistas. Depois Montmartre, os seus moínhos, a Place Charles Dullin, onde pernoitei no apartamento de um amigo.

Malhereusement, un stop! frente ao Moulin Rouge, não era preço para o meu bolso então. Assim Paris prosseguiu em restaurantes e bons vinhos e melhores queijos. Como aquela inesquecivel jantarada num marroquino, o dromedário vivo e acordado, preguiçosamente deitado ao centro, as mesas em redor e tantos, tantos, a cumprimentá-lo, no entusiasmo das novidades magrebinas; farta pratalhada de cuscuz e alguns milímetros de miraculoso chá, a digestão feita à velocidade da luz.

Enfim, a Mireille, a artista no seu posto, - que será feito da Mireille, fumadora, a pele já tão vincada?...  o meu retrato a carvão - Comment t'apelles-tu? - João-Afonso... - Juan Alphonso, escreveu ela, antes de assinar essa obra que ainda guardo.

É, faltavam 392 dias para o ano 2000. Mais de duas décadas nos galgaram entretanto. E tudo foi apenas uma migalha de Paris. Há que voltar para apanhar outras ainda...

E Mireille? Ainda pintará nos parques de Montmartre? Jazerá no Père Lachaise? Juro que, num sítio ou noutro, a procurarei quando lá regressar.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.